Você sabe o que é neuróbica?

Neuróbica

O que mais de um século de pesquisa sobre o cérebro pode fazer por você? Com esta pergunta, Suzana Herculano-Houzel inicia a introdução do seu livro: “Fique de bem com seu cérebro”.  A área de neurociências como um todo e da neurologia em particular, sempre despertou interesse nas pessoas mas, em função de sua complexidade, também despertou receios em nos aprofundarmos, nós os leigos, na floresta escura desta área de conhecimento humano. Uma excelente notícia tem se apresentado nos últimos anos: a ampliação do enfoque  sobre como funciona o cérebro normal: como o cérebro se mantém saudável, o que nos causa prazer e felicidade, o que é o bem estar e como alcançá-lo.

Neuróbica

Nas palavras de Suzana Houzel, o bem estar envolve ficar de bem com o nosso cérebro: encontrar paz e felicidade com ele e, sobretudo, mantê-las. A neurociência oferece informações preciosas sobre muitos dos atores mais importantes para atingirmos esse estado: a saúde mental e física; a felicidade; a tristeza nas horas certas; a sensação de controle sobre a nossa própria vida; o poder de nos expressar e o sentimento de termos um propósito na vida.

Abaixo, os tópicos explorados em seu livro e, depois, algumas dicas de neuróbica para você “turbinar “ seu cérebro e viver melhor.

              “15 itens para ficar de bem com seu cérebro”:

  1. Cuida bem da sua saúde física;
  2. Identifique e cultive os seus prazeres;
  3. Ouça suas emoções;
  4. Sorria e busque a felicidade;
  5. Saiba a diferença entre tristeza e depressão;
  6. Tenha uma atitude positiva;
  7. Tire proveito do estresse agudo;
  8. Aprenda a lidar com a ansiedade;
  9. Faça as pazes com os remédios;
  10. Combata o estresse crônico;
  11. Exercite-se regularmente;
  12. Durma bem e bastante;
  13. Eduque-se e assuma responsabilidades;
  14. Cultive os seus relacionamentos;
  15. Busque e ofereça carinho.

“Toques de Neuróbica”

Neuróbica pode ser considerada a aeróbica do cérebro, ou ginástica cerebral. Ela serve como estratégia para gerarmos novos caminhos (sinapses) cerebrais e aumentarmos o desempenho cerebral como um todo. Para isto é importantíssimo colocarmos novos desafios executando de maneira diferente o que se faz diariamente. Experimente:

  • Tomar banho de olhos fechados – caso não haja impedimentos para você realizar esta tarefa, experimente iniciar e finalizar seu banho com olhos fechados. Isto obrigará você a utilizar a memória visuo-espacial para localizar o sabonete, ouvir quando o chuveiro aqueceu, sentir mais vivamente o prazer de ensaboar-se e o aroma intenso que brota do sabonete, a aspereza da bucha que você utiliza e a temperatura da água, além de várias sensações que você redescobrirá.
  • Mudar o caminho de retorno do trabalho para sua casa – Isto obrigará o cérebro a usar áreas de associação e você descobrirá quantos lugares, lojas, bares, pessoas existem no seu trajeto que você ignorava por estar condicionado a um trajeto viciado.
  • Escove os dentes com a outra mão – use a mão esquerda, ou direita, se você for canhoto. Você pode trocar de mão em qualquer atividade da manhã, como pentear os cabelos, fazer a barba, aplicar maquiagem, abotoar as roupas, colocar as abotoaduras, comer ou usar o controle remoto da TV. Este exercício exige que você use o lado oposto do cérebro em vez do lado que normalmente usa.
             Nossas cuidadoras são orientadas em exercícios de neuróbica para manter as pessoas idosas atendidas com o melhor de sua atividade cognitiva e no seu melhor desempenho em termos de memória.

Referências:

  1. Fique de bem com seu cérebro. Suzana Herculano-Houzel. Editora Sextante, 2007.
  2. Mantenha o seu cérebro vivo. Lawrence C. Katz e Manning Rubin. Editora Sextante, 2000.

 

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário